domingo, 9 de dezembro de 2012

Aê galerinha do mal....vou retornar....firme e forte e conto com vcs.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Retornando aos poucos

Meus amigos. Peço desculpas por passar alguns meses sem postar, mas ultimamente minha vida anda bem itensa. Porém, as percepções continuam firmes e fortes. Abraços. Obs: Gostaria de desejar felicidades para minha grande amiga Netha e seu filhão.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Experiência/Inexperiência na Política

Na política, normalmente, a afirmação que pessoas experientes tomam as decisões mais corretas e sabias é uma espécie de senso comum. Por exemplo, quem já não ouviu as seguintes frases: “Acredito que essa pessoa será um bom prefeito(a) porque já foi vereador 30 vezes, deputado estadual, tem experiência, etc.” ou “Agora sim! temos um prefeito(a) de verdade, tem entrada em todos os bastidores políticos, a família tem vasta experiência, etc.”. Mas será que esse “ditado popular” é real na prática?
Segundo os dicionários de língua portuguesa, experiência significa conhecimento avançado sobre determinado assunto. Partindo desse simples conceito, devemos acreditar que a experiência na política significa ter um conhecimento avançado sobre política. Ou seja, ter experiência na política não existe relação com a idade ou com o número de cargos públicos ocupados.
Sendo assim, venho lendo algumas noticias sobre acusações feitas aos vereadores de Gloria Valério José e Alex Almeida. Acusações estas que vão desde falta de seriedade e responsabilidade até criação de factóides, Mentiras, etc. Enfim, acusações sem o menor sentido. E por que digo isso. Vamos aos fatos.
No que tange a critica feita ao Vereador Valério. Primeiro, quais são as funções do poder legislativo? Entre outras, fiscalizar e controlar os atos do poder executivo. Então, no exercício de sua função fiscalizadora e controladora de atos do executivo, o vereador Valério exige maior transparência no concurso público da cidade e é agredido verbalmente como ignorante e irresponsável. Ou seja, o representante do povo não pode agir em sua função normal em que foi eleito? Ahhhh, mas é um inexperiente, primeiro mandato, menino novo.
Agora, tem a questão do vereador Alex. Todos sabem das possíveis denuncias existentes no ministério do PP. Quem lê revistas, jornais e sites sabem o que esta acontecendo. O vereador divulga o conteúdo dessas revistas, jornais ou sites em seu blog e é tachado como criador de calunias e factóides. Ai eu pergunto mais uma vez. Foi, realmente, o vereador que criou a calunia? Quem tem um mínimo de racionalidade e razoabilidade vai enxergar que ali esta postada uma noticia de origem secundária e se alguém criou factóide ou calunia, com certeza não foi o vereador em questão. Ahhhh (mais uma vez), o cara é inexperiente, irresponsável, começando agora, não sabe como as coisas funcionam na política.
Concluindo essa conversinha, fica bem claro o que é ser experiente para algumas pessoas. É ser omisso, é ficar calado vendo o bonde da historia passar sem questionar, é não fiscalizar, é receber propina para “passar a mão” na cabeça dos “experientes políticos/lobistas” desse nosso país. É isso que vocês querem para a sua cidade, estado ou país? Sinceramente, eu não quero e torço para que sempre existam pessoas dispostas a fiscalizar e denunciar porque esse é o nosso papel como cidadão de um país que quer mudar, mas esta lotado de gente corrupta.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Por que gritamos?

Um dia um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos:
- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
- Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.
- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado, questionou o pensador.
- Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar:
- Então não é possível falar-lhe em voz baixa?
Várias outras respostas surgiram, mas, nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu:
- Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecida?
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância, precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas?
Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê?
Porque seus corações estão muito pertos.
A distância entre elas é pequena.
As vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram. E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta. Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Por fim, o pensador conclui dizendo:


"Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta."

quarta-feira, 13 de abril de 2011

25 perguntas sobre Glória.

1) Porque o PT não saiu da atual administração? (vide texto)

2) Porque a atual administração atrasa por meses os contratos firmados na prefeitura municipal?

3) Porque os milhões prometidos ainda não chegaram (infelizmente)?

4) Por onde anda a empresa (e seus representantes) que iam construir o Fórum da cidade e desapareceram?

5) E o concurso saí ou não? E o dinheiro que já foi pago?

6) Cadê o estudo que deveria ser realizado na cidade objetivando uma tributação mais equitativa dos imóveis urbanos?

7) E nossas vias urbanas (Calçamentos, calçadas), como estão? Existem?

8) E o reaparelhamento da educação municipal? A necessidade de tecnologia de ponta, educação de qualidade, bons professores, salários decentes, prédios bem estruturados existem?

9) E os investimentos na saúde? Remédios, médicos, enfermeiros, técnicos, salários, equipamentos, como estão?

10) E os projetos e captação de investimentos em energia eólica e solar?

11) E os projetos e captação de investimentos em turismo e/ou ecoturismo?

12) Será que o fim do excesso de “quebra-molas” vai acontecer?

13) Porque no site da prefeitura de Glória não tem um link sobre as dotações recebidas mensalmente? Acho que todos querem saber os valores que estão no tesouro municipal e consequentemente seus gastos mensais. Não é necessário ir ao tribunal de contas, não acham?

14) Porque na administração municipal estamos cheios de pessoas de Paulo Afonso exercendo funções que poderiam ser realizadas por pessoas da própria cidade?

15) Porque algumas famílias que apóia ou apoiaram a atual administração andam tão insatisfeitas?

16) Porque o chefe de transporte do município diz que no verão não coloca os famigerados “carros-pipas” para as pessoas do município porque é nessa época que os “criadores” devem vender suas crias para sobreviverem às fortes secas?

17) Porque algumas pessoas da gestão anterior ainda mandam na gestão atual?

18) E a cultura local esta sendo valorizada como deveria? E nossas festas tradicionais como estão?

19) Como estão os incentivos aos microempresários da cidade?

20) Existem cursos técnicos para nossos jovens? Em um mercado de trabalho tão aberto, como a cidade esta aproveitando essa grande oportunidade?

21) Como foram feitos os acordos referentes aos problemas com FGTS, INSS das gestões anteriores?

22) E no setor agropecuário, nossos pequenos agricultores estão recebendo os devidos investimentos? Estão sendo conscientizados das possibilidades de parcerias e de projetos no setor?

23) Qual o nosso modelo de gestão pública?

24) Temos um planejamento estratégico? Será que não era necessário termos um para diagnosticarmos nossos pontos fortes e fracos e agir de acordo com essas perspectivas?

25) E, por fim, porque todos temos que ir embora de Glória?

Pensem meus amigos,realizem uma verdadeira reflexão sobre essas questões e analisem elas como possibilidades de soluções futuras.

Abraços.

O PT aprendeu!!!




Durante anos o Partido dos Trabalhadores foi visto como um partido que reunia pessoas consideradas “subversivas”, esquerdistas radicais, de diferentes tendências e formas de pensar sobre os rumos que o país deveria tomar. Estas pessoas acreditavam na discussão política/ideológica como forma de se chegar a uma decisão final. Era praticamente impossível aceitar uma determinação ou ordem sem uma boa discussão ou uma boa “briga”. O interessante era que naquela época sempre ouvia algumas pessoas dizendo: “Como um partido desse vai governar um país? Ou um Estado? Ou um Município? Eles nem unidos são”. Essa idéia era um senso comum nos corredores direitistas e conservadores. Pois é, mas esse questionamento centralizador e linear não deixou espaço para uma percepção importante: “O mundo é dinâmico, a sociedade esta em constante movimento e transformação e os partidos políticos como parte dessa sociedade, também, se movimenta e se transforma”. E foi isso que aconteceu com o PT. Eles primeiro perceberam que deveriam mudar essa imagem “radical” e de “desunião” do partido. Visualizaram também que a nossa sociedade não estava preparada para sua ideologia revolucionária e comunista. Então, como desejavam o poder (todos os partidos desejam) começaram uma profunda transformação nas estruturas do partido. Alguns foram expulsos, outros pediram para sair, outros se remodelaram e se contextualizaram ao novo modelo, enfim, a mudança foi feita e o poder chegou.

O PT se adaptou e não é mais o mesmo, isso é fato. Ele agora esta mais social democrata - centro (e alguns ainda falam do DEM como demônios). Mas uma coisa é verdade. O PT fez o melhor governo que esse país já teve até hoje. Foi mais povo, olhou mais para o povo. Pensou em todas as regiões desse país continental e agiu. Não conseguiu diminuir uma série de problemas, mas segue um caminho diferente dos presidentes e partidos anteriores. É certo que a elite continua ganhando muito, que as grandes fortunas ainda não são tributadas como deveriam, que a reforma fiscal e política é uma necessidade alarmante e que ainda temos muita miséria e violência. Mas se fomos parar e refletir vamos concluir que pensar um país capitalista sem uma elite ganhando é impossível. Então meus amigos, a conclusão é que o PT aprendeu a se manter no poder, aprendeu a ser direita quando é necessário ser direita e fez uma coisa nunca vista na história desse país (Eita Lula...rsrsrs)...A diplomacia...conversou com todo mundo, com todos os setores e deixou para os direitistas conservadores a imagem do autoritarismo e do coronelismo.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Retornando

Meus queridos amigos....depois de um tempo ausente, estou retornando ao blog. Nesse período,aproveitei maravilhosos 20 dias na minha querida Glória, comemorei muito o titulo brasileiro do Flusão e reenergizei o espirito e o corpo para um 2011 repleto de desafios em minha vida. Então é isso ai. Vamos seguir que vem coisa boa por ai. Abraços.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

O Amor.

As sem-razões do amor

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Carlos Drummond de Andrade

NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.

Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Momento Flusão

Feliz com o meu time tantas vezes campeão.

"Eterno Amor" - Fluminense

"ôôô! ôôôôôô! Fluminense, eterno amor!
É por isso que eu canto,
eu visto esse manto,
orgulho de ser tricolor ôôô! ôôôôôô!"

"Horto Mágico" - Fluminense

"Soooooooouuuu
soou tricoloooooooooooorrr
sou tricolor de coraçãaaaaaaaao
vim ver o Flu
meu grande amor
Graças a Deus sou tricolorrrrrr

Vamos Fluzão
Vamos ganhar
Eu sou do clube 30 vezes campeão
Vim para torcer
Vim para gritar
E por você a vida inteira eu vou cantar

Vamos Fluzão
Vamos ganhar
Eu sou do clube 30 vezes campeão
Vim para torcer
Vim para gritar
E por você a vida inteira eu vou cantar!!!

Vamos Fluzão
Vamos ganhar

Pois sou do clube 30 vezes campeão
É campeão
Vim para torcer
Vim para gritar
E por você a vida inteira vou cantar"

O Agonia e suas invenções.

Esses dias conheci uma caricatura chamada Agonia. Ele mora lá na rua sertão, no bairro acorda sertão, na cidade dos sonhos, no país Brazilândia. Estava circulando pela rua das escolhas, repletas de cabos e que circulavam muita gente. De repente me deparei com Agonia. Ele olhou pra mim de uma forma bem estranha e me falou:

“Boa tarde. Estou tentando encontrar aqui um caminho pra ver se eu chego a um lugar. Vc poderia me ajudar?”.

Prontamente disse-lhe: “Claro. Se for possível te ajudar, farei com prazer”.

E ele prosseguiu:

“Estou procurando nesse mundo de tantos caminhos e de tanta gente circulando uma rua chamada Rua Antiética, vc conhece?”.

Mais uma vez respondi:

“Olhe, essa rua é muito bem conhecida e freqüentada. Mas os freqüentadores dela são pessoas que não possuem caráter e nenhum senso de responsabilidade. Lá as pessoas ficam criando estórias inexistentes e difamando outras pessoas sem nem ao menos conhecê-las. Por isso, sempre procuro me distanciar dela”.

Agonia, avermelhado, disse-me:

“Esse é o grande problema, eu sou um inventor. Gosto de ludibriar o pensamento das pessoas criando essas benditas estórias. E me disseram que nessa rua eu teria uma grande receptividade e as minhas invenções seriam bem aceitas, inclusive essa semana eu inventei uma estória sobre uma pessoa que tem uma cascavel no bolso e que vive soltando ela contra pessoas que eu considero iguais a mim, então preciso chegar nesse lugar pra divulgar isso de uma forma muito urgente, vc me entende?”.

Eu, mais uma vez solicito respondi:

“Bom, claro que vou te ajudar, até porque temos a liberdade de escolher os caminhos que desejamos seguir. Eu conheci pessoas que já vieram de lá e se arrependeram de terem ido lá. Essas pessoas me disseram que essa Rua fica colada com a rua sertão e que ambas ficam no bairro acorda sertão, lá na cidade dos sonhos, na Brazilândia”.

Agonia, pasmo, falou:

“Oxe Home, mas é colado na minha rua”.

Ai falei:

“Isso mesmo Agonia, bem colado, só que vc não percebeu a proximidade porque vc só vive pra inventar estórias e deixa de enxergar a realidade, Não podemos viver de estórias, vc poderia utilizar o seu dom inventor para atuar na realidade, mas como estamos vivendo em um mundo complexo e livre e a sua escolha é essa siga em frente, mas não esqueça: respeito, consideração e hombridade nesse lugar vc nunca vai encontrar, esse é o conselho que lhe dou”.

Agonia, parou, pensou (como?) e seguiu....pra onde eu não sei, mas nos próximos dias, vamos saber o seu caminho, basta ver se existem noticias inventoras lá da rua antiética, do bairro acorda sertão, na cidade dos sonhos, na Brazilândia.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Oi

Galera, chega a dar enjoo esse 2º turno. Ninguém discute nada de racional e verdadeiro. Só estamos vendo promessas, promessas e mais promessas. Muito parecido com antes né. Só que hoje os jornais, revistas, internet e TV ajudam a divulgar esse mundo de mentiras criadas de maneira instantânea e sulreal. É bolinha de papel, saco de água, coisas tão irrelevantes para o futuro do nosso país, mas quando muito bem utilizados pelos marketeiros, produzem conseqüências drásticas. Tudo isso pelo poder. E a ética e o respeito, por onde andam? Será que eles já existiram em algum momento??? Sei lá...tá doido isso viu...to retado, quero escrever mais não....e a destruição continua.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Eita e o debate de ontem hein!!!!

Já que comecei a escrever sobre política não custa nada falar um pouquinho sobre o debate de ontem né. Vou começar pelo pior. José Serra. Meu Deus o que é aquilo. Um personagem forçado, visivelmente criado pelo seu marketing político. Até suas “idéias e propostas” são forçadas. O PSDB hoje tem um grande problema. Fica querendo manter São Paulo no poder e não deu oportunidade para o único que poderia ganhar de Dilma, que é o Aécio Neves. Esse, inclusive, quase fora do PSDB. Melhor coisa que faz. Depois veio Dilma. Poxa, tantos bons representantes o PT tem (Suplicy, Mercadante, Pinheiro, etc, etc) e o melhor presidente que o Brasil teve escolhe logo Dilma. Esta é uma profissional técnica extremamente competente, mas como política deve e deve muito. Não tem carisma, a percepção de articulação das idéias é lenta (típica da profissional competente que é), erra a todo o momento. Posteriormente, melhorando as coisas veio Marina, muito bem articulada, mostrou ter um profundo conhecimento da realidade brasileira, mas só apresentou possíveis melhoras e se tornou uma espécie de candidata de uma nota só (parece que em todas as eleições para presidente isso acontece né)...rsrs....Mas o melhor de todos foi o Plínio. Intelectual renomado nos meios esquerdistas tradicionais. Apresenta um conhecimento profundo da História Brasileira e sempre fez questão de se diferenciar dos outros com uma proposta de mudança radical. Não quer melhorias, isso pra ele é esmola. Ele quer é transformação, mutação, na raiz. Esse foi o único que apresentou algo de verdadeiro e diferente. Uma de suas propostas foi a Auditoria da dívida externa (acho que nessa hora William Bonner e o dono da Globo se tremeram todo....rsrsrs). Mas Plinio esta muito, mas muito, muito, muito mesmo (rsrsrs) a frente do nosso tempo. Fazer o que né...Pois é isso....beijos e abraços e fui.

Grande Satisfação.

Hoje eu não ia escrever. Não gosto muito de escrever por essas épocas para não ser taxado de tendencioso. Sempre penso em não escrever nada em épocas de eleição, mas acabo mudando de idéia, acho que não consigo visualizar as coisas e não dizer nada. Sinto-me preso, sem liberdade, então decido escrever, falar para que as pessoas conheçam um pouco de algumas percepções que tenho. A minha vontade de escrever algo agora veio da atitude de um cidadão gloriense. Uma pessoa que nunca vi pessoalmente (pelo menos não me lembro) e que só conheço por fotos. Especialmente, gostaria de parabenizar o vereador Valério José pela sua atitude na câmara de vereadores de Glória. Ontem, ouvindo o áudio desta câmara (áudio do dia 21 de setembro de 2010) conclui que, graças a deus, o nosso futuro político não esta tão restrito ou ameaçado como pensava. Valério mostrou ser um rapaz digno com o que pensa e com sua práxis. Mostrou que além de ser um bom político é um ser humano de sensibilidade social. A mentira pra ele representa uma espécie de tortura psicossocial de grande importância. E isso me deixa feliz. Fico contente em saber que ele não perdeu suas origens e que mesmo fazendo parte de um determinado grupo político é livre para se expressar contra ou a favor desse grupo, falando o que pensa. Pessoas como ele estão se extinguindo nos nossos dias. Valério continue sempre assim, sendo coerente com a sua consciência social e política. Pessoas como vc deverão sempre estar no seio de nosso povo. MAIS UMA VEZ PARABÉNS.