terça-feira, 22 de junho de 2010

A saída de um conterrâneo e o futuro.

Hoje, 22/06/2010, visitando sites e blogs vejo a seguinte noticia: “Secretário de turismo de Glória pede demissão”. Tomei um susto com essa informação. Conheço Tassio desde criança. Sempre fui muito amigo do irmão dele (Érico) e cresci sempre tendo bastante contato com ele (Tassio) e seus pais (Zezé e Betinha) – pessoas maravilhosas. Fico aqui me perguntando, porque será que Tassio saiu dessa secretária?. Existem algumas versões sobre a sua saída e realmente acredito nelas. Acho que Tassio saiu porque tem outras pretensões profissionais e saiu porque não estavam deixando ele colocar em prática suas ideias. Mas, acredito que o segundo fator foi mais determinante. Porque???. porque não existe laboratório melhor para se desenvolver a cultura, o esporte e o turismo de uma cidade do que fazendo parte de uma secretária municipal. Nesse espaço, os relacionamentos interpessoais, institucionais e organizacionais são maiores. O secretário normalmente tem um leque de atuação muito amplo. Temos projetos maravilhosos no setor e o apoio público e privado na área é enorme.. E ai porque sair? Estou na cidade que amo, com as pessoas que amo, realizando um trabalho que amo, tenho uma possibilidade de aprendizado profissional enorme, a remuneração não é ruim para o padrão de vida da região e o mais importante, eu tenho uma potencialidade gigante de desenvolver a cultura, o esporte e o turismo em Glória. Sinceramente, sair só em um contexto atípico. E foi isso que, infelizmente, aconteceu com Tassio. Eu pessoalmente fico muito triste com a saída dele, espero que o seu sucessor tenha a visão macro e micro do que representa a cultura, o esporte e o lazer para uma sociedade. Espero que a visão seja muito além das festas e do “pão e circo”. Ter festas é bom, mas não desenvolve. É necessário pensar a cultura, o esporte e o turismo além das festas, do baba ou do domingo na beira rio. Tassio, felicidades e sucesso em sua nova caminhada e vamos ao futuro.