sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

2010 É TRICOLOR


Meus amigos...o Flusão vem ai...o time de guerreiros iniciou 2010 com otimas perspectivas. Poucas, mas boas contratações. Com a base do ano passado mantida, acredito que esse ano será nosso, dos tricolores pó-de-arroz. Não vai ter pra flamenguista, nem vascaino, muito menos pra botafogense. Esse ano é tricolor.

Saudações Guerreiras.

Compartilhando.

...com vocês uma percepção interessante. Estava dando uma olhada em alguns sites/blogs que noticiam fatos da minha região (sempre acompanho eles para saber mais da região, já que não voltei a morar, ainda, na minha querida Glória) e nesse olhar superficial li algumas matérias e colunas que me trouxeram uma certa preocupação, mas não me proporcionou espanto algum. Primeiro a parcialidade das noticias postas (principalmente noticias sobre a politica local),mesmo sabendo que a imparcialidade jornalistica é impossivel de forma completa, chega a ser ridículo as preferências por grupos e comandantes políticos, é triste que o comprometimento seja com esses grupos e não com a população. Segundo, o que alguns colunistas estão escrevendo. Pelo amor de Deus. Existem pessoas que estão expondo opiniões politicas e não tem nem idéia do que significa o ser politico, essas pessoas precisam repensar suas formações antes de postar qualquer "materia" sobre o tema, precisam ter uma leitura mais embasada, mais profunda, mais enraizada. É evidente a falta de um conhecimento mais concreto da Ciência política. Sinceramente, não existe acréscimo algum para o cidadão que lê a maioria desses colunistas...É ESPANTOSO.

Começando!!!

Bom pra começar....deixo um belo poema do Carlos Drumond de Andrade para que todos, que passam por aqui, reflitam um pouco. Abraços.

A VERDADE

A porta da verdade estava aberta,

mas só deixava passar

meia pessoa de cada vez.

Assim não era possível atingir toda a verdade,

porque a meia pessoa que entrava

só trazia o perfil de meia verdade.

E sua segunda metade

voltava igualmente com meio perfil.

E os dois meios perfis não coincidiam.

Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.

Chegaram a um lugar luminoso

onde a verdade esplendia seus fogos.

Era dividida em duas metades,

diferentes uma da outra.

Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.

As duas eram totalmente belas.

Mas carecia optar. Cada um optou conforme

seu capricho, sua ilusão, sua miopia.

Carlos Drumond de Andrade

Estou no Blogspot

Amigos...mudei de blog...agora estou postando aqui, sempre na mesma linha de raciocinio. Vamos lá...façam comentários, participem.

Abraços.